Agentes de Controle
Você está na Área dos Agentes de Controle de Dopagem. Reunimos, aqui, as informações para você mergulhar no mundo antidopagem. Aqui você vai ter acesso a vídeos, materiais educativos, notícias, tudo selecionado especialmente para você. Esperamos que no final de sua busca você entenda que antidopagem vai muito além de uma ação contra as drogas. É uma batalha constante a favor da ética esportiva. Somos contra comprar resultados, fraudar, destruir sonhos. O nosso dever é proteger o atleta que compete com justiça. Dê um passo à frente: junte-se a nós na Luta Contra a Dopagem no Esporte.

ADAMS

Formulário de Localização para Atletas com deficiência visual - versão 1 - clique para acessar

Formulário de Localização para Atletas com deficiência visual - versão 2 - clique para acessar

 

 

 

ADAMS – Anti-Doping Administration and Management System é um sistema baseado na internet que permite fazer o gerenciamento e a administração do Controle de Dopagem. A ferramenta é gratuita e a Agência Mundial Antidopagem – WADA-AMA, como coordenadora do Sistema, garante a segurança de todos os dados cadastrados.

Com o ADAMS, é possível centralizar, em um só lugar, as informações sobre a localização do atleta (módulo conhecido como whereabouts), testes realizados, solicitações de Autorização de Uso Terapêutico – AUT, passaporte biológico entre outros elementos significativos para o controle de dopagem do atleta. É, portanto, um importante instrumento de gestão para entidades esportivas porque acrescenta, reúne e consolida os dados de antidopagem em um ambiente seguro.

Essa centralização e automatização facilitam o compartilhamento de informações entre as organizações antidopagem, promovendo a eficiência de suas ações. Tudo isso para assegurar que o Código Mundial Antidopagem seja devidamente cumprido.

As informações do ADAMS podem ser consultadas tanto pela ABCD, quanto pela Federação Internacional da modalidade do atleta e pela WADA-AMA.

 

 

  - Localização do Atleta (Whereabout)

 O atleta selecionado recebe um aviso formal de que necessita informar sua localização a cada três meses. Isso porque uma Autoridade de Teste pode precisar encontrar o atleta para fazer um controle Fora-de-Competição.

 


 

Assim, o atleta precisará informar:

  • um período diário de 1 hora onde poderá ser localizado para realização de Controle de Dopagem;
  • o endereço da acomodação de pernoite;
  • o endereço de correspondência;
  • o endereço de uma atividade regular (como local de treinamento ou trabalho); e,
  • o calendário de competições.

As informações de localização devem ser permanentemente atualizadas no sistema ADAMS, para que o atleta evite a ocorrência de uma Falha de Localização. Três falhas em 12 meses podem ser consideradas uma Violação às Regras Antidopagem.

Os atletas podem inserir suas informações de localização de qualquer lugar do mundo e modificá-las, sempre que necessário, pelo site ou por mensagens SMS para ADAMS.

Para os Atletas com deficiência visual, a ABCD desenvolveu um Formulário de Localização, com base no modelo cedido pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês). Assim, o Atleta que tem o programa de leitura no computador, pode ter acesso ao Formulário de Localização adaptado e seu tutorial no início desta página. 

Para os demais Atletas, acesse o tutorial ADAMS de localização, clicando aqui

 

 

- Autorização de Uso Terapêutico - AUT

O sistema ADAMS facilita o gerenciamento de pedidos de AUT e a notificação das partes relevantes envolvidas no processo. Caso a AUT seja concedida, o ADAMS fornece aos atletas a opção de imprimir o certificado de aprovação.

 

 

 

 

 


- Plano de Teste e Gestão de Resultados

O banco de dados do ADAMS é importante tanto para o controle de dopagem Em Competição quanto Fora-de-Competição. As organizações antidopagem podem utilizá-lo para planejar, coordenar os testes e decidir em qual ordem serão aplicados, bem como gerenciar os resultados.
 
E qual a importância disso? Além de facilitar, ajuda a evitar um duplo trabalho, harmonizando a comunicação entre autoridades de testes, responsáveis pela coleta de amostras e laboratórios.

 

 

  - Laboratórios

O material recolhido do atleta segue como um número para o laboratório, desvinculando do nome do atleta. Quando chega ao laboratório, o material recebe outro número, o da amostra, e segue para análise. Esse procedimento é feito para que ninguém do laboratório saiba de quem é aquela amostra coletada. A união desses números e do nome do atleta é feita pelo ADAMS, no momento em que o laboratório registra o resultado. A partir daí, as autoridades competentes, incluindo a AMA, são notificadas.

 

 
 
 
 
 
 
 

 

 
Notícias
Vídeos
 
 

Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem – ABCD
Setor de Indústrias Gráficas - SIG, Quadra 04, lote 83
Bloco C, 2º andar, sala 201
Condomínio Capital Financial Center
70610-440 - Brasília DF
Tel: +55 61 3429 6919
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

© 2014 Ministério do Esporte. Todos os direitos reservados.